Desafios do empreendedor migrante para alcançar metas e objetivos

Quando se vai empreender em outro país ocorre uma dupla mudança, isto é, não apenas a vida pessoal do empreendedor muda, mas também toda forma como seu emprego ou negócio funcionam. Desta forma as metas e objetivos que o empreendedor traça sofrem grandes mudanças, pois precisam se adequar à nova realidade para que possam ser atingidas.

Quando nos mudamos temos objetivos e metas e esperamos atingi-los no país de destino.  Quando isso não ocorre, há uma decepção e uma impressão de que o empreendimento não valeu à pena. Neste artigo separamos algumas dicas para que você consiga lidar melhor com a migração e possa adaptar suas metas e objetivos de vida e de negócio.

Objetivos do seu negócio

Já falamos um pouco sobre missão, visão e valores neste artigo, é a partir destas definições que os seus objetivos devem ser definidos. Um objetivo é o alvo geral, os grandes anseios que sua empresa deseja atingir, como aumentar as vendas, expandir os negócios, diminuir os custos, aumentar a eficiência.

Por isso, um objetivo deve ser o alvo a ser atingido de maneira geral e deve ser condizente com os valores e a missão da sua empresa.

Metas

Uma vez que você já sabe o que quer você pode definir as metas. Metas são os objetivos específicos. Se o seu objetivo é aumentar as vendas, sua meta será: aumentar as vendas em 5% no próximo ano.

A diferença de meta para objetivos é que as metas tem uma definição clara e um prazo estimado. É só a partir de uma meta bem definida que seu negócio terá direcionamento para crescer.

Metas e Objetivos

Objetivos, Indicadores e Metas (Fonte: Endeavor Tools)

Os principais desafios do empreendedor migrante para atingir metas e objetivos

1. Conciliar vida pessoal e metas de trabalho

Um ponto muito importante, e menosprezado por muitos empreendedores migrantes, é como conciliar a vida pessoal e o novo negócio em um novo país. Muitas vezes o investimento é feito pensando apenas no negócio ou apenas na migração, o resultado é que um dos lados acaba por ficar sem “energia” e não ter os resultados esperados desanimando o empreendedor e fazendo-o acreditar que aquele não é um bom negócio.

Quando se vai migrar e empreender é preciso conhecer um pouco melhor como será a vida no país de destino e ajustar as suas metas e objetivos pessoais e de trabalho para o novo contexto.

O quanto você terá de trabalhar, quanto terá de investir, quanto terá de lucro ou espera vender, tudo isso precisa ser ajustado pensando em como você vai viver e para quem você vai vender.

2. Dimensionar as suas metas para o tamanho do mercado onde vai atuar

Ao mudar de país muitas vezes imaginamos que poderemos atuar da mesma forma que atuamos em nosso país de origem e acabamos por projetar metas e valores que são irreais para o novo contexto.

Por exemplo, o mercado português é muito menor que o mercado brasileiro, o que pode fazer com que as metas e objetivos definidas ainda no Brasil, como vendas e crescimento, sejam irreais para o novo contexto.

Antes de definir qualquer meta ou valor procure entender qual o tamanho do mercado onde irá atuar; isso o ajudará a ter melhores perspectivas.

3. Imaginar os imprevistos e as diferenças culturais

Outro grande ponto que atrapalha o empreendedor migrante de atingir suas metas são os imprevistos e as diferenças culturais. Por exemplo, um empreendedor pode imaginar vender um determinado produto porta à porta e ter uma expectativa de lucro, até descobrir que as pessoas no país de destino não são abertas a vendedores de rua ou então descobrir que há legislações que impedem este tipo de atividade.

Nestes casos as metas precisam de planos de ação que possam driblar eventuais dificuldades e que proponham alternativas caso a meta não possa ser atingida.

Como definir e cumprir suas metas

Para evitar desilusões e conseguir atingir seus objetivos, você precisa definir metas que sejam realistas e adequadas ao seu novo país. Quando você não tem conhecimentos suficientes deste novo contexto, você pode viajar para conhecer melhor seu novo país ou então contar com a ajuda de uma consultoria de negócios.

Outra recomendação é que o empreendedor elabore um plano de ação com uma descrição do passo a passo de como pretende atingir esta meta. O importante não é seguir o papel à risca, mas ter o conhecimento do que se precisa fazer para atingir os objetivos e quais os riscos e influências que podem acontecer durante a execução dos trabalhos.

Planejar antes é a melhor maneira de evitar prejuízos e ter maiores chances de sucesso nos negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.